23 de Set de 2018

Muito mais do que um simples acessório, os óculos escuros protegem os olhos dos perigosos danos causados pela radiação solar

Muitas pessoas usam óculos escuros para melhorar o conforto visual na presença de luz solar. Embora esse aspecto seja importante, o principal objetivo para o uso do acessório deve ser a proteção contra as radiações nocivas aos olhos. Em longo prazo, elas podem causar uma série de lesões ou distúrbios, como ceratites (inflamações na córnea), aparecimento de pterígio (membrana fibrovascular sobre a córnea), catarata, degeneração da mácula e câncer de retina.

Por isso, o uso de óculos escuros é essencial desde a infância, quando o período de exposição solar é normalmente maior, tanto no verão como no inverno, uma vez que mesmo os dias mais frios podem ter uma luminosidade muito intensa. Os dias nublados não devem ser ignorados, pois a ausência de sol não significa que não haja incidência de radiação UV. Isso acontece porque as nuvens não são capazes de bloquear completamente os raios solares UV.

Os óculos escuros são também barreiras eficazes contra o vento. Seu uso reduz a taxa de evaporação das lágrimas e mantém os olhos úmidos e confortáveis. Eles também evitam que poeira e partículas entrem nos olhos.

Uma boa lente deve:

– Filtrar entre 99% e 100% de toda a radiação UV (abaixo dos 400 nm). Se possível, filtrar a chamada radiação azul (entre 400 e 500 nm),

– Ter boa qualidade óptica para evitar a distorção das imagens,

– Cobrir a região ao redor dos olhos, para ajudar no combate ao envelhecimento.

 

 

 

 

Fonte: Visão Laser