04 de Dez de 2020

Especialista esclarece as ocorrências urgentes mais comuns em oftalmologia e as complicações que elas podem causar

Os olhos estão entre os órgãos mais sensíveis do corpo humano. Por isso, é comum que algumas das principais ocorrências levem a complicações maiores. Especialistas em visão se deparam desde casos simples, como conjuntivites, até os mais graves, como descolamento de retina. Os médicos são categóricos: a principal medida a ser adotada em todos os casos abaixo é ir ao pronto socorro. “Uma avaliação precoce é essencial para evitar danos maiores, pois algumas dessas enfermidades podem levar à perda irreversível da visão”, explica o oftalmologista Dr. Omar Assae. Ele lista abaixo as quatro principais emergências médicas da área e os principais danos que podem ocorrer.

1 – Traumas – Crianças e praticantes de esportes estão entre as principais vítimas desse tipo de acidente. O lápis de cor que entra no olho, uma pancada violenta na cabeça causada por uma bola, uma jogada mais agressiva durante a prática de alguma modalidade esportiva. Os motivos são vários, mas o trauma sempre deve ser investigado, pois pode levar à formação de cataratas traumáticas, descolamento de retina e até aparecimento de glaucoma.

2 – Vermelhidão – Olhos irritados e vermelhos são comuns e podem indicar problemas simples. Porém, podem ser sintoma de doenças mais sérias, como glaucoma, uveíte (uma inflamação que ocorre na úvea, na camada interna do olho), infecção por herpes, úlceras, tumores e até mesmo enfermidades não relacionadas à visão, como a Síndrome de Sjogren, uma doença autoimune que provoca olho e boca seca.

3 – Dores oculares – Não é normal ter dores nos olhos. Se isso acontecer, o recomendado é procurar ajuda médica, pois o problema pode indicar alguma inflamação, como conjuntivite, uveíte ou blefarite, glaucoma e úlceras. Enxaquecas, gripes e sinusite também podem provocar dor ocular.

4 – Baixa súbita da visão – Algumas pessoas notam uma perda visual, com o passar do tempo. Porém, em alguns casos, essa dificuldade de enxergar pode ser súbita e indicar uma doença grave, como glaucoma, lesões na córnea, descolamento de retina, oclusão na retina, degeneração macular ou mesmo enfermidades sistêmicas, como diabetes e hipertensão. O glaucoma, especialmente, é bem perigoso, pois apresenta sintomas iniciais vagos, que podem não ser percebidos. Com o tempo, a dor passa a ser intensa e ocorre perda de visão.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Portal CEMA